**"Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim, nem que eu faça a falta que elas me fazem. O importante para mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível, e que esse momento será inesquecível." Fernando Pessoa**

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Conta Km's

***

Uma tia queria vender o seu carro velho mas tinha muitas dificuldades porque o mostrador acusava 250.000 Km.
Após muito reflectir, decide pedir conselho a uma amiga, que lhe perguntou:
- Estás pronta para fazer algo ilegal?
- Sim! - respondeu a tia.
- Quero vendê-lo, custe o que custar!
- Então, vais ter com o meu amigo que é mecânico. Ele vai colocar o teu contador de quilómetros em 50.000 Km.
A tia vai ao tal mecânico e este coloca de novo o contador em 50.000 Km.
Alguns dias mais tarde, a amiga pergunta à tia:
- Vendeste o carro?
- Estás doida? Agora que ele só tem 50.000 Km, fico com ele!


Recados e Imagens - Desenhos - Orkut

***

Citação do Dia

Recados Para Orkut

***

"Existe uma única estrada e somente uma, e essa é a estrada que eu Amo. Eu a escolhi.
Quando trilho nessa estrada as Esperanças brotam, e, o Sorriso se abre em meu rosto. Dessa estrada nunca, jamais fugirei."


Daisaku Ikeda
***

terça-feira, 29 de abril de 2008

Altos e Baixos...





***



"A Vida se faz de Momentos Altos e Baixos.


Instantes de Alegria e Tristeza.


Temos de saber como, em cada Momento,


tirar as Lições para o Equilíbrio de Nossas Vidas."



Mensagens Angels



***



E porque o saber não ocupa lugar, verifique quem nasceu no dia do seu Aniversário!!!






***

Amizades...





***


Amizade sincera

é aquela que supera

todas as crises e fracassos

num aperto de mão e um abraço.



Amizade verdadeira

é aquela que se encara

de uma maneira ordeira

os problemas cara a cara.



Amizade confiante

é aquela para todos os instantes

nos momentos de alegrias ou de dor

nas amarguras ou no amor.



Amizade falsa

é aquela apenas por interesse

quando consegue o que quer se afasta

como se nada houvesse.



Amizade duradoura

é aquela para sempre

para toda a vida

para eternamente.



E mais vale a amizade sentida do que aquela apenas representada!!!

N.S.


***

Bom Dia Alegria

Recados Para Orkut


***

"Para cada dificuldade, nasce a Semente do Êxito,
porque para Prosperar é preciso Vivência,
e esta só é adquirida à medida que superamos obstáculos."


Mensagens Angels
***

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Citação do Dia


Recados e Imagens - Flores - Orkut


***
"Eu descobri que sempre tenho escolhas.
E muitas vezes, trata-se apenas de uma escolha de Atitude."

N.S.

***

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Valores Cívicos e Valores Humanos





Que são afinal os Valores Cívicos?


São um conjunto de características e comportamentos necessários para que exista uma cidadania responsável.
Estes valores baseiam-se no princípio de que, para que haja um entendimento entre todos os cidadãos é extremamente importante que estes respeitem os direitos e o bem-estar de todas as pessoas.



Como exemplos de Valores Cívicos, temos:


. Coragem:
Ter coragem significa ter força para defendermos as nossas ideias e criticarmos o que consideramos estar errado.
. Tolerância:
É a capacidade de aceitar posições e pontos de vista diferentes dos nossos, desde que sejam baseadas no respeito pela dignidade humana. Isto significa que devemos sempre respeitar as opiniões dos outros, desde que estas respeitem os direitos de todas as pessoas.
. Patriotismo:
Ser patriota significa respeitar os princípios e os valores defendidos pelo nosso país.
. Compromisso:
A Democracia diz-nos que devemos colocar os interesses da comunidade em primeiro lugar. Assim, a Cidadania deve preparar o cidadão para estabelecer compromissos com as outras pessoas, isto é, para entrar em acordo com os outros, de forma a que todos se sintam satisfeitos.
. Legalidade:
A legalidade significa que é a lei que regula o nosso comportamento, isto é, é através de regras e normas que sabemos aquilo que é ou não correcto fazer.
Enquanto cidadãos devemos respeitar essas leis, mesmo quando não concordamos totalmente com elas, mas também detemos a possibilidade de tentar mudar as leis que consideramos injustas ou inadequadas.
. Solidariedade:
A solidariedade significa preocuparmo-nos com o bem-estar dos outros, ajudarmos os outros sempre que necessitem.
Sem solidariedade não conseguimos enfrentar os grandes problemas da nossa sociedade, especialmente aqueles que se relacionam com os grupos mais desfavorecidos (como a pobreza, por exemplo).
. Participação:
Sermos participativos significa dar atenção aos assuntos de interesse público, isto é, a todos os assuntos que afectam a sociedade em que vivemos.
. Abertura:
A abertura em Democracia é um dos princípios fundamentais e significa ter a capacidade de aceitar opiniões diferentes das nossas.
. Transparência:
Ser transparente é ser sempre verdadeiro, sincero, nas suas acções.
. Pluralismo:
O pluralismo significa o respeito pela existência de ideias diferentes das nossas. Numa sociedade democrática a partilha de ideias diferentes é muito importante.
. Civilidade:
A vida em comunidade exige que as pessoas se comportem de forma a respeitarem sempre os direitos dos outros.Viver de forma civilizada significa, por exemplo, tentar resolver os problemas através do diálogo com os outros e não através da força e da ameaça.




***

Face ao dia que hoje se comemora, julgo ser esta a "postagem" adequada...

Pode ser que um dia, todos estes Valores façam parte da mentalidade de todo o Cidadão que efectivamente quer viver em comunidade e que conjugados com os Valores Humanos, tais como a Compreensão, Fraternidade, Gratidão, Generosidade, Alegria, Flexibilidade, Honestidade, Paz, Responsabilidade, Parceria, Integridade, consigamos viver num Mundo melhor...

Aliás, MAIS HUMANO!!!

N.S.

***

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Citação do Dia





***


Que ao longo dos seus

caminhos floresça a esperança,

o optimismo e aquele tesouro

de valor milionário que

se chama ALEGRIA DE VIVER!!!

N.S.

***

sábado, 19 de abril de 2008

Pensamento do Dia...


Recados e Imagens - Fofas - Orkut


***


"Errare humanum est, perseverare autem diabolicum!"


Errar é humano, mas preservar no erro é diabólico.


Santo Agostinho
***

Citações em Latim - Letra "D"





Da mihi factum, dabo tibi jus - Exponha o facto e direi o direito.

Da mihi testimonium mutuum (Cícero) - Dá-me em troca um testemunho (exemplificação da “falsidade” dos gregos).

Damnum - Dano.

Damnum ex delicto - Dano por delito.

Damnum infectum - Dano temido.

Damnum injuria datum - Dano produzido pela injúria.

Dare et remittere paria sunt - Dar e perdoar são coisas iguais.

Dare in solutum est vendere - Dar em pagamento é vender.

Dare nemo potest quod non habet, neque plus quam habet - Ninguém pode dar o que não possui, nem mais do que possui.

Dat qui non aufert (Sêneca) - Dá (a vida) quem não (a) tira.

Dat veniam corvis, vexat censura columbas (Juvenal) - A censura perdoa os corvos e ataca as pombas.

Data venia - Dada a vênia (licença). É como se pede ao interlocutor permissão para discordar de seu ponto de vista. Usada em linguagem forense e em citações indirectas.

Datur - É permitido.

De cujus - Aquele(a) de cuja (da expressão cuius sucessione agitur: aquele de cuja sucessão se trata)

De facto - De facto. Diz-se das circunstâncias ou provas materiais que têm existência objectiva ou real. Opõe-se a de jure.

De gustibus et coloribus non est disputandum - Não se deve discutir sobre gostos e cores.

De jure - De direito. Opõe-se a de facto.

De jure et de facto - De direito e de facto.

De jure sacro - Do direito sagrado.

De lana caprina - De lã de cabra (sentido de coisa insignificante).

De lege ferenda - Da lei a se criar

De lege lata - Pela lei existente em sentido amplo.

De meritis - Pelo mérito ou merecimento. Resolvidas as questões prévias da causa, examina-se o mérito, ou seja, a questão de fundo.

De minimis non curat lex - A lei não cuida de coisas mínimas.

De mortuis nl nisi bene - Dos mortos não se fala a não ser bem.

De nihilo irasci – Irar-se por coisa nenhuma.

De nihilo nihilum (Pérsio) - Nada nasce do nada (É similar à teoria do “nada se cria e nada se perde: tudo se transforma”).


De nihilo nihilum, in nihilum nihil posse reverti (A. Persius Flaccus) - Do nada, nada pode vir, nem pode nada converter-se em nada idem, a teoria retro).

De omni re scibili et quibusdam aliis - De tudo o que se pode saber e mais alguma coisa. Aplica-se aos ignorantes que se jactam de sábios.

De ore tuo te judico - Julgo-te pela tua boca (pelas tuas palavras sei quem tu és).


De pane lucrando - Para ganhar o pão.

De persona ad personam - De pessoa a (para) pessoa.

De plano - Imediatamente.


De profundis - Das profundezas.

De re amissa irreparabile ne doleas - Não chores sobre coisa irreparavelmente perdida.

De verbo ad verbum - Palavra por palavra. Literalmente. Aplica-se às transcrições fiéis de textos.

De via in semitam degredire (Plauto) – Afastar-se da estrada para o atalho (fugir do assunto).

De visu - De vista, por ter visto -(Nunca foram amigos de verdade: seu conhecimento era apenas...)

De visu e auditu - De vista e ouvido - (Ela é, realmente, uma testemunha valiosa na expressão da palavra, pois conhece dos factos...)

Debelatum est - Terminou a guerra.

Debellatio - Derrota.

Debemur morti nos nostraque (Horácio) - Estamos destinados à morte, nós e nossos bens. Aplica-se à transitoriedade da vida e da riqueza...

Debitum conjugale - Débito conjugal.

Decipimus specie recti - Somos enganados pela aparência do bem. Para justificar o acto do cliente, mal compreendido; é a virtude virar pecado.

Decipit frons prima multos (Fredo) - A primeira impressão engana a muitos.

Decisum - Decisão, sentença.

Decoctus perdit administrationem suorum sonorum - O falido perde a administração de seus bens.

Defensa - Defesa.

Defensor vínculi – Defensor do vínculo.

Deficit - Saldo negativo.

Degitor sui ipsius nemo esse potest - Ninguém pode dever a si mesmo.

Dei facientes adiuvant (Varrão) - Os deuses ajudam aos que trabalham.

Deiecta quivis arbore ligna legit (Publílio Siro) - De árvore caída todos fazem lenha.

Deliberandum est quicquid statuendum est semel (Publílio Siro) - É preciso reflectir sobre tudo o que se deve decidir de uma vez por todas.

Delicta carnis - Os delitos da carne.

Delicta facti permanentis - Os delitos praticados com vestígios.

Delicta iuventutis meae et ignorantias meas ne memineris (Salmos) - Não te lembrem os erros da minha juventude e as minhas asneiras.

Delicta omissionis - Crimes de omissão.

Delictum non praesumitur in dubium - Na dúvida não se presume delito.

Deligere oportet quem velis diligere (Teofrasto) - É preciso escolher quem se quer amar.

Demonstratio veri – Demonstração da verdade.

Demulcet multum dulcis promissio stultum - As doces promessas são um grande lisonja para os tolos.

Dente lupus, cornu taurus petit - O lobo ataca com os dentes e o touro com os chifres. Cada qual se defende com as armas que tem.

Deo favente - Com o favor de Deus.

Deo favente, naviges vel vimine - Deus ajudando, navegarás até agarrado a uma palha.

Deo gratias - Demos graças a Deus. Expressa o contentamento pelo término de um trabalho.

Deo juvante - Se Deus ajudar; se Deus quiser.

Deo volente - Se Deus quiser.

Derelictio - Abandono.

Derelictum - Abandona.

Desideratum - O que se deseja.

Desipere in loco (Horácio) - Enlouquece-te de vez em quando.

Destra fricat laevam, vultusque fricatur ab illis - A mão direita lava a esquerda e ambas lavam o rosto.

Desunt inopiae multa, avaritiae omnia (Sêneca) – À pobreza faltam muitas coisas; à avidez falta tudo.

Deus indumen sic algoris dat acumen - Deus dá a roupa segundo o rigor do frio.

Deus, in audiutorium meum intende (Salmo) - Deus, vem em meu auxílio.

Di meliora - Que os deuses (nos dêem) coisas melhores.

Dicendo homines ut dicant efficere solere (Cícero) – É falando que em geral se aprende a falar.

Dicere ius – Dizer o direito. Isto é, aplicar a lei (É a função do juiz).

Dicere perfacile est, opus exercere molestum – Dizer é muito fácil, realizar o prometido é que é difícil.

Dictum factum (Ênio) – Dito e feito.

Dictum unius, dictum nullius - Palavra de um, palavra de nenhum .

Dies - O dia. É do jargão jurídico, como marco.

Dies a quo non computatur – O dia do começo não é computado. Isto é, o prazo começa a contar a partir do dia seguinte ao do começo.

Dies cedit - Dia inicial.

Dies certus - Dia certo.

Dies diem docet - Um dia ensina o outro.

Dies incertus - Dias incertos.

Dies interpellat pro homine - O termo (prazo, data certa) interpela pelo homem.

Dies irae - Dias de ira.

Dies pecuniae - Dia de pagamento.

Dies termini computatur in termino - O dia do vencimento se conta no termo.

Dies venit - Dia do vencimento.

Difficile est habere... bonum stomachum (Marcial) - É difícil ter bom estômago.

Difficile est longum subito deponere amorem (Catulo) - É difícil acabar de repente um longo amor.

Difficile est vacuo verbis imponere ventri - É difícil impor-se com palavras a um estômago vazio.

Difficiles nugae - Nusgas (bagatelas) difíceis.

Dignum... quicum in tenebris mices (Cícero) – Digno... com quem se pode jogar no escuro (tão leal e confiável que...).

Dignus est operarius merce sua - O operário é digno de seu salário.

Dilexi iustitiam et odivi iniquitatem: propterea morior in exsilium (Papa Gregório VII) - Amei a justiça e odiei a injustiça: por isso morro no exílio.

Diligens in omnibus rebus – Cuidadoso em tudo.

Dimidium facti, qui coepit habet (Horácio) - Quem começou bem já tem realizada a metade da tarefa.

Diminutio patrimonii - Diminuição do patrimônio.

Dis aliter visum - Aos Deuses aprouve de outra maneira.

Disciplina, pauperibus divitiae, divitibus ornamentum, senibus oblectamentum - O ensino é riqueza para os pobres, adorno para os ricos e distração para os velhos.

Ditat, sanctificat, sanat quoque, sugere mane - O levantar-se cedo enriquece, santifica e até cura.

Diuturna quies vitiis alimenta ministrat (Catão) - O ócio prolongado propicia alimento aos vícios.

Dives est qui sibi nihil deesse putat - Rico é quem julga nada lhe faltar.

Divide et impera – Divide e governa.

Divitiae addunt amicos plurimos; a paupere autem et hii quos habuit separantur - As riquezas aumentam o número de amigos; mas do pobre afastam-se mesmo aqueles que já teve.

Divitiae enim apud spientem virum in servitute sunt, apud stultum in imperio (Sêneca) – As riquezas estão a serviço do sábio e dominam o tolo.

Do ut des - Dou para que tu dês.

Do ut facias - Dou para que tu faças.


Docendo discimus - Aprendemos ensinando.

Dolus apertus - Dolo que se pode ver na conduta do agente.

Dolus bonus - É o dolo involuntário do agente, há intenção boa e resultado mau.

Dolus malus - Quando a vontade do agente quis o mau resultado.

Dolus non praesumitur nisi probatur - Não se admite o dolo que não se possa provar.

Dolus velatus - O dolo é velado e o agente tenta disfarcá-lo.

Domi habuit unde disceret (Terêncio) – Teve de quem aprender em casa.

Dominus soli -Dono do solo.

Donatio mortis causa - Doação por motivo de morte.

Donatio sub modo - Doação sob condição.

Donec eris felix, multos numerabis amicos (Ovídio) - Enquanto fores feliz, terás muitos amigos.


Dormientibus non succurrit jus - O direito não socorre os que dormem. Para recusar possibilidade jurídica do pedido tardio.

Dos est magna parentium / virtus (Horácio) - O grande dote é a virtude dos pais.

Doubus litigantibus, tertius gaudet – Quando dois brigam um terceiro se regozija.

Dubia in meliorem partem interpretari debent - Coisas duvidosas devem ser interpretadas pelo lado melhor.

Dubitando ad veritatem pervenimus (Cícero) - Duvidando chegamos à verdade. (inspirou a Descartes a doutrina sobre a dúvida).

Dubium sapientiae initium (Descartes) – A dúvida é o início do conhecimento.

Ducunt volentem fata, nolentem trahunt (Sêneca) - O destino conduz quem consente e arrasta quem não consente.

Dulce est desipere in loco (Horácio) – É agradável perder o juízo na hora certa.

Dulcia non novit qui non gustavit amara – Não conhece o doce quem não experimentou o amargo.

Dum fortuna favet, parit et taurus vitulum - Quando a sorte é favorável, até o boi parece um bezerro.

Dum licet, et spirant flamina, navis eat (Ovídio) - Que a nau prossiga enquanto for permitido e os ventos soprarem.

Dum pendet, rendet - Enquanto pende, rende (Depois poderá ser tarde).

Dum recens est devorari decet (Plauto) – É bom comer enquanto é fresco.

Dum spiro, spero – Enquanto estiver respirando, tenho esperança.

Dum tacet insipiens, sapiens tantisper hebetur - O tolo, enquanto estiver calado, por todo esse tempo será tido como um sábio.

Duo cum faciunt idem, non est idem (Terêncio) - Quando duas pessoas fazem a mesma coisa, a coisa não é a mesma.

Dura lex sed lex - A lei é dura, mas é a lei. (Apesar de exigir sacrifícios, a lei deve ser cumprida).

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Bom Fim-de-Semana :)


Recados e Imagens - Bom Fim de Semana - Orkut


***

Uma nova Vida começa para nós a cada segundo.
Avencemos com Alegria para encontrá-la.
Devemos seguir em Frente, querendo ou não,
e andaremos melhor com os olhos voltados
para frente do que olhando para trás.

***

O Universo sempre nos apoiará quando nos comprometermos com uma certeza e uma confiança ilimitadas.
Então, dentro de nós, encontraremos os recursos de que precisamos para ter uma Vida plena de abundância e Felicidade.

Mensagens Angels
***

Helpdesk legendado em Português :)




***

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Ir à Luta com Determinação

Recados Para Orkut



Bom mesmo é ir a luta com determinação,
abraçar a Vida com paixão,
perder com classe e vencer com ousadia,
pois o Triunfo pertence a quem se atreve...
A Vida é muita para ser insignificante.


Charles Chaplin
***

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Pensamento do Dia...

Recados Para Orkut



***
O Entusiasmo é a maior Força da Alma.
Conserva-o e nunca te faltará Poder para Conseguir o que Desejas.
Napoleon Hill
***

Fórmula Infalível


Recados e Imagens - Frases - Orkut



Cumprimente as pessoas.
Isso se chama AMIZADE!!


Deseje a cada um o melhor.
Isso se chama SINCERIDADE!!


Programe o seu dia, a sua semana.
Isso se chama ACÇÃO!!


Acredite que tudo dará certo.
Isso se chama FÉ!!


Faça tudo com alegria.
Isso se chama ENTUSIASMO!!


Dê o melhor de si.
Isso se chama PERFEIÇÃO!!


Ajude a quem precisa.
Isso se chama DOAÇÃO!!


Compreenda que nem todos são como você.
Isso se chama TOLERÂNCIA!!


Receba as benções com gratidão.
Isso se chama HUMILDADE!!


Essa é uma fórmula infalível que vai ajudar você a ser mais feliz!!!

N.S.

***


segunda-feira, 14 de abril de 2008

Amigo...


Recados e Imagens - Amizade - Orkut

***


Amigo é aquela pessoa que o tempo não apaga,

Que a distânçia não esquece,

Que a maldade não destrói.


***



É um sentimento que vem de longe,

Que ganha lugar no seu coração

E você não substitui por nada.


***



É alguém que você sente presente,

mesmo quando está longe.....

Que vem para o seu lado quando você está sózinho

E nunca nega um sentimento sincero.


***



Ser Amigo não é coisa de um dia,

São actos, palavras e atitudes que se solidificam no tempo

E não se apagam mais,

Que ficam para sempre com tudo que é feito com o coração aberto.


***



A amizade é um sentimento concreto,

Absoluto e sem igual,

Somente aqueles que entendem o valor de uma sincera amizade,

São capazes de ler , o que se passa no coração.


***

N.S.

Pensamento do Dia...


Recados e Imagens - Paisagens - Orkut


***

"Cuique Suum!"
A cada um o que é seu!
***

Cúmulo da Teimosia :)

***

video

***

"A última função da razão é reconhecer que há uma infinidade de coisas que a ultrapassam!!!"

Blaise Pascal

***

Citações em Latim - Letra "C"




Cadente quercu quilibet ligna colligit - Quando cai o carvalho, todo mundo apanha a lenha.

Caecus autem si caeco ducatum praestet, ambo in foveam cadunt (Mateus) - Se um cego guia outro cego, ambos cairão na cova.


Caelo tnantem credidimus Iovem regnare (Horácio) - Acreditamos que Júpiter reina quando ele troveja no céu.


Caesar non supra grammaticos (Suetônio) - César não está acima dos gramáticos.


Caetera desiderantur - Faltam outras coisas que se deseja.


Calidum... esse audivi optimum mendacium (Plauto) – Ouvi dizer que a melhor mentira é a que está quente.


Callum quoddam obducit dolori (Cícero) - Faz criar calo na dor.


Calumnia litium – Calúnia (ou sutileza) das lides.


Calumnia litium - Trapaça das lides.


Calumniam adhibere – Usar a calúnia. Para conseguir algo de desonesto.


Calumniare est falsa crimina intendere - Caluniar é imputar crimes falsos.


Camelum vidimus saltitantem (São Jerônimo) – Vimos um camelo a dançar (a prática de um absurdo).


Camelus cupiens cornua aures perdidit - O camelo desejando ter chifres perdeu as orelhas. Diz-se do ambicioso frustrado.


Candida de nigris et de candentibus atraf/...acere (Ovídio) – Transformar o negro em branco e a brancura em negrume; “virar o jogo” como numa reconvenção.


Canes pigri vehementius latrant - Os cães vadios ladram mais ferozmente.


Canina... facundia exercebatur (Salústio) – Praticava eloquência mordaz.


Canis a nin canendo (Varrão) – Chama-se cão porque não canta.


Canis caninam non est (Varrão) - Cão não come carne de cão.


Canis sine dentibus latrat (Ênio) - O cão sem dentes ladra.


Cantilenam eandem canis (Terêncio) – Cantas sempre a mesma cantilena.


Capitis deminutio - diminuição da capacidade, da autoridade (eventualmente: uma humilhação).


Capitis minutio est status permutatio - A diminuição de capacidade é uma mudança de estado entre nós seria a resultante da curatela decretada).


Capiunt vitium, ni moveantur aquae (Ovídio) - As águas, se não se moverem, se corrompem.


Captatio benevolentiae – A conquista da benevolência.


Caput - Cabeça.


Caput est... – O essencial é...


Carece non potest fame, qui panem pictum lingit (Santo Agostinho) – Não pode saciar a fome quem lambe pão pintado.


Carpe diem - Aproveita o dia; não desperdicemos o tempo.


Carpent tua poma nepotes - Os teus descendentes colherão os teus frutos.


Castigat ridendo mores - Corrige os costumes sorrindo.


Casus adversi - Caso adverso.


Casus belli - Motivo da guerra.


Casus foederis - Causa de aliança.


Casus fortuitus - Caso fortuito.


Causa adquirendi - Causa de aquisição.


Causa agendi - Motivo de agir.


Causa causae, causa causati – A causa da causa (é) a causa do causado.


Causa cognita - Causa conhecida.


Causa cognoscitur ab effectu – A causa se conhece pelo efeito.


Causa debendi - Causa da dívida.


Causa debet praecedere effectum – A causa deve preceder o efeito.


Causa detentionis - Causa da detenção.


Causa donandi - Causa da doação.


Causa honoris - Por causa da honra.


Causa mortis - A causa da morte.


Causa naturalis praevalet civili – A causa natural prevalece a civil.


Causa obligandi – Causa de obrigar. Isto é, os motivos que obrigam alguém a se obrigar ou a obrigar.


Causa obligationis - Causa da obrigação. Fundamento jurídico de uma obrigação.


Causa patrocinio non bona, peiorerit - Uma causa ruim, torna-se pior quando defendida.


Causa petendi – Causa de pedir.


Causa possessionis - Causa da posse, fundamento jurídico da posse.


Causa principalis semper attendi debet -A causa principal deve ser sempre atendida.


Causa simulandi - Causa da simulação.


Causa sine qua non - Causa sem a qual a coisa (acto) não pode ser feita.


Causa superveniens - Causa superveniente.


Causa traditionis - Causa da entrega das coisas.


Causa turpis – Causa torpe. Isto é, causa injusta, criminosa.


Causidicus - Advogado.


Cautelae - Cautelas.


Cautio - Caução.


Cautio de bene utendo - Caução para usar bem.


Cautio de bene vivendo - Caução para viver bem.


Cautio rei uxoriae - Caução do dote da mulher.


Cave illius semper qui tibi imposuit semel - Acautela-te para sempre daquele que te enganou uma vez; (quem faz um cesto faz um cento).


Cave ne cadas - Cuidado, não caias. Advertência para quem está se vangloriando.


Cave tibi a cane muto et aqua silenti - Toma cuidado com o cão que não ladra e com a água silenciosa.


Cedant arma togae (Cícero) - Cedam as armas à toga.


Cernis... / ut capiant vitium, ni moveantur, aquae (Ovídio) - Observas que (até) as águas, se não se movem, apodrecem.


Certa amittimus dum incerta petimus (Plauto) - Perdemos o que é seguro quando saímos à cata do que é inseguro.


Certa praestant incertis - As coisas certas são melhores que as incertas.


Certa viriliter, sustine patienter - Luta virilmente e suporta pacientemente.


Cessante causa, tollitur effectus - Cessando a causa, acaba o efeito.


Cessio - Cessão.


Cessio bonurum - Cessão dos bens.


Cibi condimentum esse famem (Sócrates) - A fome é o tempero do alimento.


Cineri nunc medicina datur (Propércio) – Agora se dá remédio a um morto (porque demorou tanto o socorro, agora...).


Circa merita - A respeito dos méritos.


Circulus vitiosus – Círculo vicioso.


Citatio - Citação.


Citatio est fundamentum totius judicii - A citação é o fundamento de todo direito.


Citius venit malum quam revertitur – O mal chega mais depressa do que vai embora.


Cito exarescit lacrima, praesertim in alienis malis (Cícero) - Rápido se enxuga a lágrima, principalmente pelos males alheios.


Cito rumpes arcum, semper si tensum habueris (Fedro) - Logo romperás o arco, se o mantiveres sempre tenso.


Citra petita – Aquém do pedido. Isto é, aquém da coisa pedida na inicial.


Cívilis ratio naturalia jura corrumpere non potest - O direito civil não pode violar o direito natural.


Civis totius mundi - Cidadão do mundo inteiro.


Clandestina possessio - Posse clandestina.


Clara pacta, amictia longa - Contas claras, amizade longa.


Claudite jam rivos, pueri; sat prata biberunt - Fechai agora os riachos, meninos; os prados beberam bastante. (no sentido de “Basta, acabemos com isto porque o assunto chegou ao limite”).


Clipeum post vulnera sumo (Ovídio) - Pego o escudo depois do ferimento.


Coelo tonantem credidimus jovem - Acreditamos em júpiter quando ele troveja no céu. Dos que se lembram de deus só quando se sentem ameaçados.


Coercitio - Repressão.


Cogitationis poenam nemo patitur (Ulpiano) - Ninguém pode ser punido por seu pensamento.


Cogito, ergo sum (Descartes)- Penso, logo existo. (princípio do cartesianismo).


Cognita causa - Com conhecimento de causa - o ínclito julgador decidiu...


Cognitio - Conhecimento.


Cognitio extra ordinem - Conhecimento fora de ordem.


Colorem habet substantiam vero nullam - Tem aparência, mas na verdade a substância é nula.


Commendare nihil aliud est quam deponere - Depositar nada mais é do que confiar.


Commercium est emmendi vendendique invicem jus - O comércio é o direito de comprar e vender mutualmente.


Commune naufragium, omnibus solatium - O naufrágio comum é um consolo para todos (os que então naufragaram).


Communio - Comunhão.


Communio est mater discordiarum - A comunhão (de bens) é a mãe da discórdia. Para casos de mesquinhez.


Communis error - Erro comum.


Communis sensus dedicat (Lucrécio) – O senso comum esclarece.


Compensatio est instar solutionis - A compensação é semelhante a pagamento.


Compos sui - Senhor de si; (mantém o “sangue frio”).


Compressis manibus sedere (Lívio) - Sentar-se com as mãos cruzadas (usa-se para apontar o ócio).


Concedo - Concedo, estou de acordo.


Concessa venia, data venia, permissa venia - Concedida licença - com a devida permissão.


Concilium fraudis - Plano de fraude – conluio, simulação.


Concordia parvae res crescunt, discordia maximae dilabuntur (Salústio) - Na concórdia crescem as pequenas coisas; na discórdia, dissipam-se as maiores coisas.


Concursos delinquentium - Concurso de criminosos, co-autoria, formação de quadrilha.


Conditio juris - Condição de direito. Condição indispensável para a validade de um acto.


Conditio sine causa - Condição sem causa.


Conditio sine qua non - Condição sem a qual não. Indica circunstâncias indispensáveis à validade ou existência de um acto. Também no sentido de “sem isso, nada feito”.


Confer - Confere (comumente abreviada cf).


Confessio dividi non debet - Não se deve dividir a confissão.


Confessio est probatio omnibus melior - A confissão é a melhor de todas as provas.


Confessio est regina probationum -A confissão é a rainha das provas.


Confiteor - Eu confesso.


Confundere vera cum falsis – Misturar (confundir) o verdadeiro com o falso.


Congruo tempore et congruo loco - Em tempo certo e lugar certo.


Consanguineos, id est, fratres et sorores ex eodem patre - Consaguíneos, isto é, os irmãos e irmãs por parte do mesmo pai.


Conscientia fraudis - Consciência da fraude.


Conscientia mille testes (Quintiliano) - A consciência vale por mil testemunhas.


Conscientia sceleris - Consciência do crime.


Conscius fraudis - Consciente da fraude.


Consensus nuptias fácit, dissensus divortium fácit - O consentimento faz o casamento, o dissenso faz o divórcio.


Consensus omnium - Assentimento de todos; opinião geral.


Consensus tollit erroren - O consentimento tira o erro.


Consistere in singulis – Deter-se nos pormenores.


Consonus esto lupis, cum quibus esse cupis - Uiva como os lobos quando quiseres conviver com eles.


Consuetudinis magna vis est (Cícero) - O costume tem grande força.


Consuetudo - Costume.


Consuetudo consuetudine vincitur - Um costume é vencido por outro costume.


Consuetudo est altera natura (Aristóteles) - O hábito é uma segunda natureza. Similar ao que hoje identificamos como “reflexo condicionado”.


Consuetudo quasi altera natura (Cícero) - O costume é, por assim dizer, uma segunda natureza.


Consuetudo revertendi - Costume de voltar.


Consultor hominis tempus utilissimus - O tempo é um grande conselheiro para o homem.


Consummatum est (Jesus) - Tudo está consumado. Últimas palavras de Jesus.


Contentio inter partes - Divergência entre as partes.


Conticuere omnes (Virgílio) – Todos emudeceram.


Contra jus - Contra o direito.


Contra legem - Contrário à lei.


Contradictio in terminis - Contradição nos termos (conceitos contraditórios de um argumento).


Contraria contrariis curantur - Os contrários se curam.


Conubia sunt fatalia - Os casamentos são coisas do destino.


Copia nauseam parit - Abundância provoca náusea (ou tédio).


Cor gaudiens exhilarat faciem - Um coração alegre aformoseia o semblante.


Cor hominis disponit viam suam sed Domini est dirigere gressus ejus (Vulgata) - O coração do homem traça o seu caminho, mas é o Senhor quem dirige seus passos.


Cor hominis immutat faciem ejus - O coração do homem lhe muda a face.


Coram legem - Diante da lei - ....todos são iguais.


Coram populo - Diante do povo. Em público.


Cornix cornici nunquam effodit ocellum - Uma gralha nunca fura os olhos de outra gralha.


Corpus alienum - Coisa estranha.


Corpus delicti - Corpo de delito. Coisa ou sinal capaz de provar a existência do delito.


Corruptio - Corrupção.


Corruptissima republica plurimae leges (Tácito) - Estado corrupto, múltiplas leis.


Corvus oculum corvi non eruet (Macróbio) - O corvo não arrancará o olho de outro corvo.


Cras credo, hodie nihil (Varrão) – Amanhã darei crédito, hoje não.


Credo deum esse - creio que Deus existe.


Credo quia absurdum (Santo Agostinho) - Creio por ser absurdo.


Credo ut intelligam, non intelligo ut credam (Santo Anselmo) - Creio para compreender, não compreendo para crer.


Crescentem sequitur cura pecuniam (Horácio) – As preocupações crescem com a riqueza.


Crescit amor nummi, quantum ipsa pecunia crevit (Juvenal) – Quanto mais cresce a riqueza tanto mais cresce o amor pelo dinheiro (“quanto mais tem, mais quer”).


Crescit eundo (Lucrécio) - Cresce caminhando (aplica-se à necessidade de se dever continuar estudando para crescer).


Cui bono? (Cícero) - A quem interessa?


Cui finis est licitus, etiam media sunt licita - Para quem o fim é lícito, também os meios são lícitos.


Cui fortuna negat, laedit vel stramine crura - A quem a sorte é desfavorável, até uma palha lhe fere a perna.


Cui prodest scelus, is fecit (Sêneca) – Autor do crime é aquele que dele tira proveito.


Cui prodest? - A quem aproveita? Lógica para se chegar ao culpado.


Cuilibet in arte sua perito est credendum - Deve-se dar crédito a quem é perito em sua arte.


Cuique suum - A cada um o que é seu.


Cuiuvis nominis est erare; nullium, nisi insipientis, in errore perseverare (Cícero) - Todos estão sujeitos ao erro, mas somente os estultos nele perseveram.


Cuivis dolori remedium est patientia - A paciência é remédio para cada dor. (Sofre-se menos pela resignação.)


Culpa est non praevidere quod facile potest evenire - É culpa não prever o que facilmente pode acontecer (o evento previsível).


Culpa in commitendo - Culpa por imprudência.


Coram legem - Diante da lei - ...todos são iguais.

domingo, 13 de abril de 2008

sábado, 12 de abril de 2008

Pensamento do Dia...

Recados Para Orkut


***


"Nunca deixe que pequenas nuvens turvem o Céu da sua Vida, sopre-as de mansinho para longe para que o seu Céu seja sempre Azul de Felicidade"!!!
***

A Amizade é uma Fonte


Recados e Imagens - Bom Fim de Semana - Orkut


***



Amizade é:



Ter sempre um lugar disponível (Amor não ocupa espaço!);



É ouvir e sentir com o Coração para entendê-lo melhor;



Confiar e Acreditar nas capacidades do outro;



Não desencorajá-lo na caminhada;



Crer muito mais na possibilidade da Vitória que do fracasso;



Não querer ser o dono da Verdade;



Mostrar que Trabalhar com Alegria Rende Muito Mais;



A Amizade é algo Precioso e que todos nós temos que aprender a conservar.



***
By N.S.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Frases soltas...


Recados e Imagens - Sexta Feira - Orkut



***
"O maior prazer de um homem inteligente é bancar o idiota diante de um idiota que banca o inteligente."
Confúcio


***
"Meço o valor de um homem pela medida em que ele se liberta de seu próprio eu."
Albert Einstein


***
"Só as vitórias disputadas com esforço e perseverança são dignificantes."
Alexandre Magno


***

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Viva a Vida...



***

A Vida é uma oportunidade, aproveita-a.

A Vida é beleza, admira-a.

A Vida é beatificação, saborei-a.

A Vida é sonho, torna-o realidade.

A Vida é um desafio, enfrenta-o.

A Vida é um dever, cumpre-o.

A Vida é um jogo, joga-o.

A Vida é preciosa, cuida-a.

A Vida é riqueza, conserva-a.

A Vida é amor, goza-a.

A Vida é um mistério, desvela-o.

A Vida é promessa, cumpre-a.

A Vida é tristeza, supera-a.

A Vida é um hino, canta-o.

A Vida é um combate, aceita-o.

A Vida é tragédia, domina-a.

A Vida é aventura, afronta-a.

A Vida é felicidade, merece-a.

A Vida é a VIDA, defende-a.


Madre Teresa de Calcutá
***

Pensamento do Dia...

Recados Para Orkut



***


Somos o que pensamos.
Tudo o que somos surge com nossos pensamentos.
Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo.


Buda
***

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Cavalheirismo :)

video

***

"Quem recusa abraçar uma oportunidade única perde o prémio tão seguramente como se ele estivesse falhado."

William James

***

terça-feira, 8 de abril de 2008

Simplesmente...Sorria

Recados Para Orkut


***


"Quando observar tristeza ou preocupação no rosto de alguém, procure ajudar!
Se não conseguir resolver o problema, pelo menos fale alguma coisa.
Uma boa palavra e um sorriso de incentivo, podem acender naquela pessoa o estímulo que ela está necessitando!!!"
By N.S.


***

O Hoje

***



"Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje.


Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro.


Cada manhã traz uma benção escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.


Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos.


Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança."

Paulo Coelho
***

segunda-feira, 7 de abril de 2008

domingo, 6 de abril de 2008

O Caminho da Vida


***

O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos.
A cobiça envenou a alma dos homens...
levantou no mundo as muralhas do ódios...
e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e morticínios.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela.
A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria.

Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos;
nossa inteligência, empedernidos e cruéis.
Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.
Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade.

Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura.
Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.


Charles Chaplin
***

Mais Duas Estrelas no Céu



"Eu fui a uma festa, mãe.
Eu lembrei o que você disse.
Você disse para eu não beber e eu não bebi.
Eu me senti orgulhosa de mim,
como você disse que eu me sentiria.

Antes de dirigir, eu não bebi, mãe,
Embora alguns amigos insistissem para que eu bebesse.
Eu agi certo, mãe,
E sei que você sempre esteve certa.

A festa foi acabando, mãe,
E os amigos foram saindo.
Quando eu entrei no carro, eu acreditei que logo chegaria em casa e inteira!
Isso por causa do jeito responsável e doce que você me criou.

Eu dei partida, mãe,
E assim que entrei na avenida,
Um outro carro não me viu,
bateu forte e eu fui lançada para fora.

Aqui no solo da avenida,
enquanto o socorro não vinha,
eu escutei um policial dizer que o outro motorista estava bêbado, mãe,
E agora sou eu que pago pôr isso.

Estou morrendo aqui, mãe.
Eu gostaria que você chegasse logo.

Como isso pôde me acontecer, mãe?
Minha vida simplesmente se queimar como um balão?
Há sangue pôr toda parte, mãe, e a maior parte é o meu sangue.
Eu agora escuto o médico dizer que morrerei em poucos minutos.

Eu só queria lhe dizer, mãe,
Jurar que eu não bebi!
Os outros, sim, mãe.
Eles não pensaram.

Aquele que me atingiu, provavelmente estava na mesma festa.
A diferença, mãe, é que ele bebeu e eu é que vou morrer.
Porque há gente assim, mãe?
Eles não percebem que podem arruinar a própria vida?

Estou sentindo dores agudas, mãe.
O cara que me atingiu está andando e eu não consigo achar isso justo.
Eu morrendo e tudo que ele faz é ficar parado me olhando.
Diga ao meu irmão para não chorar e para o papai não ficar bravo comigo.

Quando eu partir, mãe,
Ponha flores do campo no meu sepulcro.
Alguém deveria ter avisado esse cara para não beber antes de dirigir.
Se ele não tivesse bebido, eu ainda poderia continuar viva!

Minha respiração está enfraquecendo, mãe.
Estou ficando com medo.

Por favor, não chore por mim, mãe.
Sempre que eu precisei, você não falhou.
Eu só tenho uma última pergunta, mãe,
Antes de me despedir:
Eu não bebi antes de dirigir, então pôr que sou eu a morrer?

Este é o fim, mãe.
Eu gostaria de poder olhar nos seus olhos para dizer estas palavras finais:
Eu te amo...e...Adeus..."


Autor desconhecido


***

Mais duas vidas se perderam na estrada, com uma história parecida...


Dois Jovens Noivos, a dois meses do Casamento e com Tudo para serem Felizes...


A nossa cidade está de luto pela inesperada perda...


Não há palavras para expressar a tamanha revolta e tristeza!!!
***
Carla e José Júlio,
Descansem em Paz!!!
***

sábado, 5 de abril de 2008

Mar...




***
Mar, meu eterno Amigo,
A quem revelo os meus pensamentos,
És onde encontro abrigo
E onde consigo afastar os meus tormentos.
***
Mar, meu querido Mar,
Doce encanto, doce melodia,
Perto de ti é onde me consigo encontrar,
A qualquer hora do Dia!!!
By N.S.
***
Bom Domingo para todos Nós :)

Antes e Depois do Casamento :)






***

Antes do Casamento:

Ele: - Sim. Custou tanto esperar por este momento.

Ela: - Queres que me vá embora?

Ele: - Não! Nem penses nisso.

Ela: - Amas-me?

Ele: - Claro! Muito e muito!

Ela: - Alguma vez me traíste?

Ele: - NÃO! Porque ainda perguntas?

Ela: - Beijas-me?

Ele: - Sempre que possível!

Ela: - Vais-me fazer sofrer?

Ele: - És doida! Não sou desse género de pessoa!

Ela: - Posso confiar em ti?

Ele: - Sim.

Ela: - Querido!


Depois do casamento...


Ler de baixo para cima!!!
***

Pensamento do Dia...





O Rio, apesar dos inúmeros obstáculos, segue seu curso.

Ele, de maneira sábia, conhece a forma de contorná-los e,

numa busca maior e infinita pelos seus Objectivos,

não pára Nunca, segue sempre em Frente.



***




“Nenhum caminho é longo demais quando um Amigo nos acompanha”


(Pedro Nabais)

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Sweet 16



***







***

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,

mas na intensidade com que acontecem.

Por isso existem momentos inesquecíveis,

coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis".

Fernando Pessoa



***

Votos Sinceros de um Excelente Fim-de-semana,

replecto de Momentos Inesquecíveis!!!


***

Quando chega a Hora...

***

"Nenhum acaso, nenhum destino, nenhuma sina, pode confundir, impedir ou controlar a firme resolução de um espírito determinado."
Mensagens Angels

***

***
"Muitas das coisas mais importantes do Mundo foram conseguidas por pessoas que continuaram tentando quando parecia não haver mais nenhuma Esperança de Sucesso."
Dale Carnegie
***

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Declaração Universal dos Direitos Humanos





E "porque o saber não ocupa lugar", hoje publico a Declaração que julgo ser do interesse de qualquer Humano.


***


Preâmbulo


Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis constitui o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo;

Considerando que o desconhecimento e o desprezo dos direitos humanos conduziram a actos de barbárie que revoltam a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os seres humanos sejam livres de falar e de crer, libertos do terror e da miséria, foi proclamado como a mais alta inspiração humanos;

Considerando que é essencial a protecção dos direitos humanos através de um regime de direito, para que o homem não seja compelido, em supremo recurso, à revolta contra a tirania e a opressão;

Considerando que é essencial encorajar o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações;

Considerando que, na Carta, os povos das Nações Unidas proclamam, de novo, a sua fé nos direitos fundamentais humanos, na dignidade e no valor da pessoa humana, na igualdade de direitos dos homens e das mulheres e se declararam resolvidos a favorecer o progresso social e a instaurar melhores condições de vida dentro de uma liberdade mais ampla;

Considerando que os Estados membros se comprometeram a promover, em cooperação com a Organização das Nações Unidas, o respeito universal e efectivo dos direitos humanos e das liberdades fundamentais;

Considerando que uma concepção comum destes direitos e liberdades é da mais alta importância para dar plena satisfação a tal compromisso:

A Assembléia Geral proclama a presente Declaração Universal dos Direitos humanos como ideal comum a atingir por todos os povos e todas as nações, a fim de que todos os indivíduos e todos os órgãos da sociedade, tendo-a constantemente no espírito, se esforcem, pelo ensino e pela educação, por desenvolver o respeito desses direitos e liberdades e por promover, por medidas progressivas de ordem nacional e internacional, o seu reconhecimento e a sua aplicação universais e efectivos tanto entre as populações dos próprios Estados membros como entre as dos territórios colocados sob a sua jurisdição.



Artigo 1°


Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.



Artigo 2°


Todos os seres humanos podem invocar os direitos e as liberdades proclamados na presente Declaração, sem distinção alguma, nomeadamente de raça, de cor, de sexo, de língua, de religião, de opinião política ou outra, de origem nacional ou social, de fortuna, de nascimento ou de qualquer outra situação.

Além disso, não será feita nenhuma distinção fundada no estatuto político, jurídico ou internacional do país ou do território da naturalidade da pessoa, seja esse país ou território independente, sob tutela, autónomo ou sujeito a alguma limitação de soberania.



Artigo 3°


Todo o indivíduo tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.



Artigo 4°


Ninguém será mantido em escravatura ou em servidão; a escravatura e o trato dos escravos, sob todas as formas, são proibidos.



Artigo 5°


Ninguém será submetido a tortura nem a penas ou tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes.



Artigo 6°


Todos os indivíduos têm direito ao reconhecimento, em todos os lugares, da sua personalidade jurídica.



Artigo 7°


Todos são iguais perante a lei e, sem distinção, têm direito a igual protecção da lei. Todos têm direito a protecção igual contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação.



Artigo 8°


Toda a pessoa tem direito a recurso efectivo para as jurisdições nacionais competentes contra os actos que violem os direitos fundamentais reconhecidos pela Constituição ou pela lei.



Artigo 9°


Ninguém pode ser arbitrariamente preso, detido ou exilado.



Artigo 10°


Toda a pessoa tem direito, em plena igualdade, a que a sua causa seja equitativa e publicamente julgada por um tribunal independente e imparcial que decida dos seus direitos e obrigações ou das razões de qualquer acusação em matéria penal que contra ela seja deduzida.



Artigo 11°


1 - Toda a pessoa acusada de um acto delituoso presume-se inocente até que a sua culpabilidade fique legalmente provada no decurso de um processo público em que todas as garantias necessárias de defesa lhe sejam asseguradas.
2 - Ninguém será condenado por acções ou omissões que, no momento da sua prática, não constituíam acto delituoso à face do direito interno ou internacional. Do mesmo modo, não será infligida pena mais grave do que a que era aplicável no momento em que o acto delituoso foi cometido.



Artigo 12°


Ninguém sofrerá intromissões arbitrárias na sua vida privada, na sua família, no seu domicílio ou na sua correspondência, nem ataques à sua honra e reputação. Contra tais intromissões ou ataques toda a pessoa tem direito a protecção da lei.



Artigo 13°


1 - Toda a pessoa tem o direito de livremente circular e escolher a sua residência no interior de um Estado.
2 - Toda a pessoa tem o direito de abandonar o país em que se encontra, incluindo o seu, e o direito de regressar ao seu país.



Artigo 14°


1 - Toda a pessoa sujeita a perseguição tem o direito de procurar e de beneficiar de asilo em outros países.
2 - Este direito não pode, porém, ser invocado no caso de processo realmente existente por crime de direito comum ou por actividades contrárias aos fins e aos princípios das Nações Unidas.



Artigo 15°


1 - Todo o indivíduo tem direito a ter uma nacionalidade.
2 - Ninguém pode ser arbitrariamente privado da sua nacionalidade nem do direito de mudar de nacionalidade.



Artigo 16°


1 - A partir da idade núbil, o homem e a mulher têm o direito de casar e de constituir família, sem restrição alguma de raça, nacionalidade ou religião. Durante o casamento e na altura da sua dissolução, ambos têm direitos iguais.
2 - O casamento não pode ser celebrado sem o livre e pleno consentimento dos futuros esposos.
3 - A família é o elemento natural e fundamental da sociedade e tem direito à protecção desta e do Estado.



Artigo 17°


1 - Toda a pessoa, individual ou colectivamente, tem direito à propriedade.
2 - Ninguém pode ser arbitrariamente privado da sua propriedade.



Artigo 18°


Toda a pessoa tem direito à liberdade de pensamento, de consciência e de religião; este direito implica a liberdade de mudar de religião ou de convicção, assim como a liberdade de manifestar a religião ou convicção, sozinho ou em comum, tanto em público como em privado, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pelos ritos.



Artigo 19°


Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão.



Artigo 20°


1 - Toda a pessoa tem direito à liberdade de reunião e de associação pacíficas.
2 - Ninguém pode ser obrigado a fazer parte de uma associação.



Artigo 21°


1 - Toda a pessoa tem o direito de tomar parte na direcção dos negócios, públicos do seu país, quer directamente, quer por intermédio de representantes livremente escolhidos.
2 - Toda a pessoa tem direito de acesso, em condições de igualdade, às funções públicas do seu país.
3 - A vontade do povo é o fundamento da autoridade dos poderes públicos: e deve exprimir-se através de eleições honestas a realizar periodicamente por sufrágio universal e igual, com voto secreto ou segundo processo equivalente que salvaguarde a liberdade de voto.



Artigo 22°


Toda a pessoa, como membro da sociedade, tem direito à segurança social; e pode legitimamente exigir a satisfação dos direitos económicos, sociais e culturais indispensáveis, graças ao esforço nacional e à cooperação internacional, de harmonia com a organização e os recursos de cada país.



Artigo 23°


1 - Toda a pessoa tem direito ao trabalho, à livre escolha do trabalho, a condições equitativas e satisfatórias de trabalho e à protecção contra o desemprego.
2 - Todos têm direito, sem discriminação alguma, a salário igual por trabalho igual.
3 - Quem trabalha tem direito a uma remuneração equitativa e satisfatória, que lhe permita e à sua família uma existência conforme com a dignidade humana, e completada, se possível, por todos os outros meios de protecção social.
4 - Toda a pessoa tem o direito de fundar com outras pessoas sindicatos e de se filiar em sindicatos para defesa dos seus interesses.



Artigo 24°


Toda a pessoa tem direito ao repouso e aos lazeres, especialmente, a uma limitação razoável da duração do trabalho e as férias periódicas pagas.



Artigo 25°


1 - Toda a pessoa tem direito a um nível de vida suficiente para lhe assegurar e à sua família a saúde e o bem-estar, principalmente quanto à alimentação, ao vestuário, ao alojamento, à assistência médica e ainda quanto aos serviços sociais necessários, e tem direito à segurança no desemprego, na doença, na invalidez, na viuvez, na velhice ou noutros casos de perda de meios de subsistência por circunstâncias independentes da sua vontade.
2 - A maternidade e a infância têm direito a ajuda e a assistência especiais. Todas as crianças, nascidas dentro ou fora do matrimônio, gozam da mesma protecção social.



Artigo 26°


1- Toda a pessoa tem direito à educação. A educação deve ser gratuita, pelo menos a correspondente ao ensino elementar fundamental. O ensino elementar é obrigatório. O ensino técnico e profissional dever ser generalizado; o acesso aos estudos superiores deve estar aberto a todos em plena igualdade, em função do seu mérito.
2 - A educação deve visar à plena expansão da personalidade humana e ao reforço dos direitos humanos e das liberdades fundamentais e deve favorecer a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações e todos os grupos raciais ou religiosos, bem como o desenvolvimento das actividades das Nações Unidas para a manutenção da paz.
3 - Aos pais pertence a prioridade do direito de escholher o género de educação a dar aos filhos.



Artigo 27°


1 - Toda a pessoa tem o direito de tomar parte livremente na vida cultural da comunidade, de fruir as artes e de participar no progresso científico e nos benefícios que deste resultam.
2 - Todos têm direito à protecção dos interesses morais e materiais ligados a qualquer produção científica, literária ou artística da sua autoria.



Artigo 28°


Toda a pessoa tem direito a que reine, no plano social e no plano internacional, uma ordem capaz de tornar plenamente efectivos os direitos e as liberdades enunciadas na presente Declaração.



Artigo 29°


1 - O indivíduo tem deveres para com a comunidade, fora da qual não é possível o livre e pleno desenvolvimento da sua personalidade.
2 - No exercício destes direitos e no gozo destas liberdades ninguém está sujeito senão às limitações estabelecidas pela lei com vista exclusivamente a promover o reconhecimento e o respeito dos direitos e liberdades dos outros e a fim de satisfazer as justas exigências da moral, da ordem pública e do bem-estar numa sociedade democrática.
3 - Em caso algum estes direitos e liberdades poderão ser exercidos contrariamente aos fins e aos princípios das Nações Unidas.



Artigo 30°


Nenhuma disposição da presente Declaração pode ser interpretada de maneira a envolver para qualquer Estado, agrupamento ou indivíduo o direito de se entregar a alguma actividade ou de praticar algum acto destinado a destruir os direitos e liberdades aqui enunciados.



***


"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã."

Leonardo da Vinci


***