**"Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim, nem que eu faça a falta que elas me fazem. O importante para mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível, e que esse momento será inesquecível." Fernando Pessoa**

domingo, 29 de abril de 2012

A vida me ensinou...

 

 *****

A dizer adeus às pessoas que amo,
Sem tira-las do meu coração;
Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
Para mostra-las que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,
Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;
Calar-me para ouvir;
Aprender com meus erros .
Afinal eu posso ser sempre melhor.
A lutar contra as injustiças;
Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo,
A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;
Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente,
Pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente,
Pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordada;
A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade;
A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para “ver e ouvir estrelas”, embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;
A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro;
Me ensinou e esta me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.

Charles Chaplin

sábado, 28 de abril de 2012

O Trem da Vida

*****


"Isso mesmo, a Vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e grandes tristezas em outros. Quando nascemos, entramos nesse trem e nos de...paramos com algumas pessoas que, julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco: Nossos pais. Infelizmente, isso não é verdade; em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos de seu carinho, amizade e companhia insubstituível...

Mas isso não impede que, durante a viagem, pessoas interessantes e que virão a ser super especiais para nós, embarquem. Chegam nossos irmãos, amigos e amores maravilhosos.


Muitas pessoas tomam esse trem apenas a passeio, outros encontrarão nessa viagem somente tristezas, ainda outros circularão pelo trem, prontos a ajudar a quem precisa. Muitos descem e deixam saudades eternas, outros tantos passam por ele de uma forma que, quando desocupam seu acento, ninguém nem sequer percebe.


Curioso é constatar que alguns passageiros, que nos são tão caros, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos; portanto, somos obrigados a fazer esse trajecto separados deles, o que não impede, é claro, que durante ele, atravessemos, com grande dificuldade nosso vagão e cheguemos até eles... Só que, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já terá alguém ocupando aquele lugar. Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas.....porém, jamais, retornos.


Façamos essa viagem, então, da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com todos os passageiros, procurando, em cada um deles, o que tiverem de melhor, lembrando sempre, que, em algum momento do trajecto, eles poderão fraquejar e, provavelmente, precisaremos entender isso, porque nós também fraquejaremos muitas vezes e, com certeza, haverá alguém que nos entenderá.


O grande mistério, afinal, é que jamais saberemos em qual parada desceremos, muito menos nossos companheiros, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado.


Eu fico pensando se, quando descer desse trem, sentirei saudades... Acredito que sim; me separar de alguns Amigos que fiz nele será, no mínimo dolorido; deixar meus filhos continuarem a viagem sozinhos, com certeza será muito triste, mas me agarro na esperança que, em algum momento, estarei na estação principal e terei a grande emoção de vê-los chegar com uma bagagem que não tinham quando embarcaram... E o que vai me deixar feliz, será pensar que eu colaborei para que ela tenha crescido e se tornado valiosa.


Amigos, façamos com que a nossa estada, nesse trem, seja tranquila, que tenha valido à pena e que, quando chegar a hora de desembarcarmos, o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem."


*****

  Querido Tio, deixa muita Saudade. 

Por favôr, descanse em Paz.

*****

quarta-feira, 11 de abril de 2012

*****



*****

Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E aprendes que amar não significa apoiar-se e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.

Acabas por aceitar as derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprendes a construir todas as tuas estradas de hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de algum tempo aprendes que o sol te queima se te expuseres a ele por muito tempo. Aprendes que não importa o quanto tu te importas, simplesmente porque algumas pessoas não se importam. E aceitas que apesar da bondade que reside numa pessoa, ela poderá ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobres que se leva anos para se construir a confiança e apenas segundos para destruí-la, e que poderás fazer coisas das quais te arrependerás para o resto da vida. Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que tens na vida mas quem tens na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprendes que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebes que o teu melhor amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobres que as pessoas com quem tu mais te importas são tiradas da tua vida muito depressa, por isso devemos sempre despedir-nos das pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.

Aprendes que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começas a aprender que não te deves comparar com os outros, mas com o melhor que podes ser.

Descobres que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se quer ser, e que o tempo é curto. Aprendes que, ou controlas os teus actos ou eles te controlarão e que ser flexível nem sempre significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, existem sempre os dois lados.

Aprendes que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer enfrentando as consequências. Aprendes que paciência requer muita prática.

Descobres que algumas vezes a pessoa que esperas que te empurre, quando cais, é uma das poucas que te ajuda a levantar. Aprendes que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que tiveste e o que aprendeste com elas do que com quantos aniversários já comemoraste. Aprendes que há mais dos teus pais em ti do que supunhas. Aprendes que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são disparates, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel.

Descobres que só porque alguém não te ama da forma que desejas, não significa que esse alguém não te ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, poderás em algum momento ser condenado.

Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que tu o consertes. Aprendes que o tempo não é algo que se possa voltar para trás.

Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperares que alguém te traga flores. E aprendes que realmente podes suportar mais. Que és realmente forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que tu tens valor perante a vida!

As nossas dúvidas são traidoras e fazem-nos perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.


William Shakespeare

*****

domingo, 8 de abril de 2012

Feliz e Santa Páscoa!


*****

Páscoa: Tempo de Recomeço

Páscoa vem do hebraico Pessach e significa passagem. Era comemorada pelos judeus antigos e ainda hoje é celebrada pelos israelitas comemorando o Êxodo, saída do povo hebreu do Egito durante o reinado de Ramsés II. Da escravidão para a liberdade, um ritual de passagem. Era esta comemoração que Jesus celebrava com seus discípulos na noite de quinta feira Santa antes da crucificação.

O cristianismo deu um novo sentido a esta festa. A passagem seria a de Jesus da morte para a vida na ressurreição.

Essa idéia da renovação da vida já existia muito antes da era cristã. Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se da celebração do Pessach (páscoa judaica) outros dos festivais pagãos. Os povos antigos comemoravam no equinócio da primavera (hemisfério norte) mais ou menos vinte de março, marcado pela transição da metade escura para a metade clara do ano, o inicio da primavera, que traz consigo a nova vida. O equinócio festeja a ressurreição da luz com o deus solar aquecendo a terra, a germinação das sementes após a hibernação, o desabrochar da vegetação e a renovação da vida.

Era comemorado por esses povos a morte e o renascimento de vários deuses como: Tammuz na Suméria; Osíris no Egito; Dionísio na Grécia; Odin na Escandinávia.

A atmosfera é de renovação, regeneração, expectativas e esperanças.

A festa tradicional associa a imagem do coelho, símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, ofertados como presente.

O símbolo do coelho, vem do fato de esse animal ser extremamente fértil e os primeiros a saírem das tocas após um longo inverno de recolhimento, e os ovos, representando o potencial de vida, novo início.

Muito antes da era cristã, há mais de 2 mil anos, os ucranianos já pintavam ovos, isto foi descoberto em escavações arqueológicas onde foram encontrados vestígios do pêssanky, ovos pintados à mão. Ainda hoje os ucranianos fazem as pêssanky para presentear durante o período da páscoa e são considerados talismãs que trazem boa sorte, fertilidade, amor e fortuna para quem os recebe.

Da combinação desses antigos símbolos místicos provavelmente resultou o costume de se presentear com ovos de chocolate trazidos pelo coelho da páscoa.

Dessa forma a Ressurreição de Jesus traz consigo um novo tempo de paz e esperança para toda humanidade.

É portanto uma data propícia a rituais celebrando o renascimento, a passagem da tristeza para a alegria, das trevas para a luz, do egoísmo para o amor.


A renovação é uma riqueza a ser buscada.
E sempre é tempo de recomeçar.




http://www.stum.com.br/conteudo/conteudo.asp?id=1884


*****

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Atitude!


*****

Quanto mais eu vivo, mais eu percebo o impacto da atitude na vida.
Ela é mais importante que o passado, que a educação, que o dinheiro, que as circunstâncias, que os fracassos, que os sucessos, e do que as outras pessoas pensam, dizem, ou fazem.

Chuck Swindoll

*****

terça-feira, 3 de abril de 2012

Pensamento do dia!



*****

Uma mágoa não é motivo pra outra mágoa.

Uma lágrima não é motivo pra outra lágrima.

Uma dor não é motivo pra outra dor.

Só o riso, o amor e o prazer merecem revanche.

O resto, mais que perda de tempo... é perda de vida.



Chico Xavier

*****

segunda-feira, 2 de abril de 2012

domingo, 1 de abril de 2012

Rolling In The Deep



*****

Palavras...



*****

"Há pessoas que são barulhentas, falam alto, gesticulam muito, não deixam ninguém falar e acabam ficando sozinhas.

Na ânsia de disfarçar o vazio da alma, fazem muito barulho exterior, infelicitando-se e infelicitando os que as cercam.

A arte de bem falar ainda é pouco conhecida de muitos de nós.

E falar bem nunca significou falar muito, pelo contrário, o poder de síntese é qualidade dos sábios.

Falar pouco e dizer muito é coisa que poucos sabem fazer.

Mas, falar muito e dizer pouco, é um facto comum.

Quem fala demais e diz o que não deve, acaba escravizado pelas próprias palavras que, uma vez ditas, não podem mais ser apagadas. Mas, enquanto nós não as dizemos, são nossas prisioneiras e temos sobre elas total domínio.

Dessa forma, antes de proferirmos palavras ao vento, lembremo-nos de que podemos ser identificados pelo nosso modo de falar e pela quantidade e a qualidade das nossas palavras.

Vale a pena lembrar, ainda, que a faculdade da fala nos foi dada por Deus para construir e edificar, evoluir e promover o crescimento dos outros."


D.A.

*****